Monumentos Históricos

A nossa cidade surgiu a partir da construção Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira. Parte dos trabalhadores que a construíram decidiu aqui ficar, formando assim a nossa cidade. A importância da usina e de seus trabalhadores está registrada em monumentos espalhados pela cidade e visitá-los é conhecer um pouco mais sobre a nossa trajetória. É se surpreender ao perceber como uma grande obra da engenharia pode transformar o lugar que a recebe. De bicicleta é possível acessar boa parte dos monumentos. Alugue sua bike e viva Ilha Solteira!

Estrela:


A estrela de vinte pontas representa as unidades geradoras da Usina Hidrelétrica Ilha Solteira. Durante a noite, ela recebe iluminação especial e fica ainda mais bonita.

Endereço: Avenida Brasil, s/n, Centro – Próximo à agência do Banco do Brasil

Caixa D’Água:

Com 34 metros de altura, tem o formato de uma taça e, além de abastecer várias casas, é um marco visual da cidade. No fim do ano, é totalmente iluminada e se transforma em uma grande árvore de natal.

Endereço: Avenida Brasil, s/n, Centro – Próximo à agência do Banco do Brasil

 

Monumento à Geração de Energia:

Do celebrado artista plástico Adélio Sarro, é uma homenagem à história, ao esforço e ao suor dos responsáveis pela construção de uma das maiores e mais importantes usinas hidrelétricas do país. Recentemente inaugurado (em 2016), o monumento representa a Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira, as famílias barrageiras e a importância da energia para o desenvolvimento do país.

Endereço: Av. Adriano Teruhiko Kishimoto (rotatória de acesso à Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira e das Praias Catarina e Marina)

Monumento aos Barrageiros:

Simbolizando os vertedouros da UHE

Monumento à Geração de Energia

Simboliza os operários que trabalharam nas obras da barragem e demonstra a inteligência humana em conseguir controlar a força da água que, quase sempre, é indomável.

Endereço: Entrada Sul, no centro da rotatória de acesso à cidade

 

Monumento aos Emancipadores:

Reúne cinco estátuas levantando uma bandeira em homenagem aos cidadãos que lutaram pela emancipação de Ilha Solteira como município.

Endereço:
Praça da Emancipação
Avenida Brasil Sul (Próximo à Escola Estadual Urubupungá)

Sobre a Emancipação:

No livro Ilha Solteira: um sonho, uma história, de Fernando Sávio, publicada em 2011 pela THS Editora, você pode ler detalhes não só sobre o processo de emancipação de Ilha Solteira, mas também  “o modo detalhado da história dessa cidade que foi criada para ser apenas um canteiro de obras , mas que, ao final da construção da hidrelétrica de Ilha Solteira, fez valer sua vocação, tornando-se hoje estância turística e uma das cidades mais agradáveis para se viver no Estado de São Paulo”. (Fernando Sávio)

Ver no mapa

Compartilhe