Virada Cultural Paulista agitou Ilha Solteira

Atrações

Por: André Santana da Secretaria de Cultural de Ilha Solteira

No último final de semana, foi grande a movimentação nas praças centrais de Ilha Solteira. Um grande público esteve presente nas mais de 15 atrações gratuitas oferecidas pela Virada Cultural Paulista, que aconteceu nos dias 20 e 21 de maio em Ilha Solteira nos espaços culturais entre a Praça dos Paiaguás e a Praça da Integração. O evento cultural já se firma como um dos mais importantes do calendário do município, atraindo  ilhenses, e também moradores de cidades vizinhas, com uma programação de qualidade, e que atendeu aos mais variados públicos.

A Virada Cultural começou às 17 horas do dia 20, com a apresentação do espetáculo “Romeu e Julieta”, com a companhia Talagadá. O espetáculo aconteceria na Praça dos Paiaguás, mas, em razão da chuva, acabou transferida para o hall do Cine Paiaguás.

A programação continuou intensa na noite de sábado com os shows do Rodo Cotidiano, Chemical Funk, Leandro Léo e Nação Zumbi, que lotaram a Praça da Integração. Na Casa da Cultura, foi apresentada a peça de teatro “Sala de Espera” e o stand up comedy com Daniel Duncan.

No dia 21, a Virada continuou, com as presenças da Orquestra Popular Caipira Urubupungá, do mágico Volckane e da Cia de Teatro O Maravilhoso Coletivo, que apresentou a peça “Match”. Aconteceu também uma contação de histórias no Cine Paiaguás, e os shows da Batera do Inferno e do humorista Osvaldo Barros na Praça da Integração.

Encerrando a Virada Cultural Paulista em Ilha Solteira, subiram ao palco a cantora Tiê e a banda Liniker e os Caramelows. Mesmo com a chuva e o frio, os shows atraíram um grande público, que cantou e dançou ao som dos destaques da nova MPB.

A Virada Cultural Paulista é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, e produzido pela APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte), com apoio da Prefeitura Municipal de Ilha Solteira.


Compartilhe